~             Musicantiga.com.sapo.pt     ~

A Idade Média: a época do trovador (1100-1400).

A Idade Média foi definida como uma "idade das trevas", uma vez que os espíritos iluminados a partir do renascimento consideravam que comparada com a sua cultura a Idade Média não tinha valor, visto que se afirmava que a Idade Média havia esquecido o Classicismo.

Muito pelo contrário, a Idade Média é não um buraco cultural na História, mas uma fase de um processo evolutivo da cultura do fim do império romano. Para a música, esta evolução revelar-se-ia bem frutífera. É, com efeito, da Idade Média que datam para nós ocidentais os registos musicais mais antigos, por uma simples razão: não porque a música só tivesse "nascido" então, mas porque a notação musical que hoje conhecemos é uma invenção medieval.

Também na música a Idade Média não esqueceu o classicismo, e com efeito os religiosos da altura, e primeiros teóricos de música, adoptaram o sistema musical de Pitágoras.

Quanto à música profana, esta é a época do trovador, do cantor que deambula de terra em terra em busca do seu sustento , vendendo a sua arte. Assim, acabariam por começar uma tradição musical que levaria no futuro à compilação dos preciosos cancioneiros do final da Idade Média e da Renascença,  e à proliferação de um todo mundo harmónico da música dos séculos seguintes.

 

                                              

Foram os religiosos os primeiros teóricos musicais 

 

 

Voltar atrás.