~             Musicantiga.com.sapo.pt     ~

Dietrich Buxtehude (1637-1707).

Buxtehude está para o órgão, antes de Bach, tal como Biber está para o violino, e é sem dúvida o maior teclista do seu tempo. 

Dinamarquês, nasceu em 1637 em Oldesloe. Com o tempo vir-se-ia a tornar famoso, após se tornar organista em Lübeck, em 1668. A sua fama era já na altura europeia. Aí, compunha corais para órgão, sonatas, cantatas, árias sacras, e a sua música toma no séc. XVII uma extrema importância no mundo germânico. Bach, sabendo da sua excepcional fama como organista viajou 322 Km a pé para ouvir Buxtehude. Para além da música religiosa, compunha ainda nos cinco Domingos que precediam o Natal concertos para os serviços sacros, que eram conhecidos como "Abendmusiken", ou "Música ao Serão". Buxtehude compunha sonatas para cravo, que são exemplo da perfeição de uma escola de tecla que então findava. Entre as suas sonatas e as de Bach, a distância é enorme. No entanto, são belas peças em forma de suite, que bastante se assemelham às de Louis Couperin.

 

Dietrich Buxtehude: Cantata "Herr, wenn ich nur dich habe"

 

Gravações recomendadas:

"Corais para órgão": Saorgin, Harmomnia Mundi / Chapuis, Avidis Valois.

"Peças para Cravo": Rinaldo Alessandrini, Astrée Auvidis. 

 

 

Voltar atrás.